Agrupamento de Escolas Prof Armando de Lucena
Centro de Recursos Educativos / Biblioteca Prof.ª Deolinda Reis
29
Mar 15

Na sexta-feira, último dia da Semana da Leitura, tivemos um encontro muito especial, com o escritor Richard Towers, nosso autor do mês, e para o qual os alunos haviam sido devidamente preparados.

Decorreram três sessões, abrangendo todas as turmas de 9.º Ano, onde este autor multifacetado, detentor de uma espantosa e cativante capacidade de comunicação, permitiu que os alunos entrassem no seu universo literário, de forma bastante intimista.

Richard Towers começou por explicar o seu percurso académico e profissional, as razões que o levaram a dedicar-se à escrita, a origem do seu pseudónimo literário e da sua editora (Neoma Produções). Aos poucos, foi apresentando cada um dos seus livros, envolvendo os alunos na leitura de excertos e acompanhando-os à guitarra com belíssimos acordes. Sempre em interação com o público, foram feitas reflexões importantes acerca do conceito de tempo, de verdade, de auto-imagem, de máscaras, de persona, em suma, de alguns temas subjacentes à construção dos seus livros e das suas personagens.

No final das sessões, era perfeitamente compreensível o conceito original de "livro-objeto", um livro com diferentes funcionalidades: literária, estética, artística e utilitária - depois de lido, cada um dos livros de Richard Towers pode integrar a galeria de arte pessoal de cada indíviduo, transformando-se num objeto útil (um espelho, um relógio, um jogo, um mapa...)

Consideramos que as sessões com Richard Towers foram extremamente enriquecedoras para os alunos, não só pela descoberta de um formato novo e diferente do objeto livro, mas também pelas mensagens extremamente positivas que passou aos alunos: a importância da escola, a necessidade de investir no percurso académico e pessoal, de acreditar nos sonhos, de ser persistente, de não ter medo de inovar e romper com paradigmas, de ousar ser original... enfim, os ingredientes necessários para ser feliz, fazendo a diferença entre "sobreviver" numa sociedade competitiva e voraz e "viver" nela de forma saudável e adaptada.

Obrigada, Richard Towers! Já estamos à espera de um novo encontro!

 

publicado por crebiblucena às 12:14
19
Mar 15

Amanhã é o último dia da semana da leitura e encerraremos com chave de ouro: o escritor Richard Towers, que é o nosso autor do mês, tem encontro marcado com as turmas do 9.º Ano.

Bem-vindo, Richard Towers!

 Cartaz_Richard_Towers.JPG

publicado por crebiblucena às 16:05
04
Mar 15

P1300662.JPGP1300666.JPGP1300668.JPG

P1300663.JPG

 

P1300661.JPG

 

A 9.ª Semana da Leitura do PNL aproxima-se a passos largos... será de 16 a 20 de março. Precisamente no último dia, 20 de março, encerraremos com "chave de ouro" pois os alunos do 9.º Ano terão um encontro com Richard Towers, um escritor muito original e o criador do "LIVRO-OBJETO", um conceito literário revolucionário que assenta num princípio simples: cada livro, para além de conter uma história, é também um objeto real e funcional.

RICHARD TOWERS (pseudónimo de Martinho Torres) é um autor multifacetado, muito criativo e empreendedor. Nasceu em França, em 1974, e veio viver para Portugal - Guimarães - com 10 anos. É licenciado em Português e Francês e foi professor até 2009, ano em que decidiu "mudar de vida" e tornar-se escritor.

Richard Towers tem a particularidade de não ser um escritor "convencional", para ele, o livro tinha de ser reinventado e foi essa a sua aposta. Como nenhuma editora acreditou na sua ideia, criou a sua própria editora, em 2010, e deu-lhe o nome de Neoma Produções.

 

Este escritor, que também é músico, editou os seguintes livros:

Tempo (livro-relógio) - Neoma Produções, março, 2011

 Reflexos (livro-espelho) - Neoma Produções, setembro, 2011

O Desafio (livro-xadrez) - Neoma produções, março, 2012

Poortugal (livro-mapa) - Neoma produções , novembro, 2014

O Caixão Prateado (livro-caixão) - Neoma Produções, dezembro, 2014

Tarasutra, O Livro dos Amantes (livro-coração) - Neoma Produções, janeiro, 2015 

 

Para saberes mais sobre Richard Towers, visita aqui a sua página!

 

publicado por crebiblucena às 11:58
15
Fev 15

Este mês, dedicado a José Fanha, o nossa placard ficou assim...

P1300438.JPG

P1300439.JPG

P1300440.JPG

P1300442.JPG

 

publicado por crebiblucena às 10:05
05
Fev 15

jose_fanha.jpg

 

José Fanha

 

 

   Este mês convidamos-te a conhecer melhor um autor simpático, cheio de energia e que esteve o ano passado na nossa biblioteca. Falamos de José Fanha, que vive e trabalha bem perto de ti, na Venda do Pinheiro.

   Nasceu em Lisboa, a 19 de fevereiro de 1951. É filho de um oficial do Exército Português e de uma professora de música. Estudou arquitetura, mas podemos afirmar que é um homem dos sete ofícios: poeta, escritor de literatura infanto-juvenil, jornalista, publicitário declamador, dramaturgo, autor de letras para canções e textos para rádio, guionista de televisão e cinema. Participou pontualmente, como ator, em teatro, televisão e cinema e faz sessões de animação cultural, dirigindo oficinas de poesia e de escrita. Tem desenvolvido um intenso trabalho de divulgação de poesia e de promoção do livro e da leitura, em bibliotecas e escolas, um pouco por todo o país. É também pintor nos tempos livres. Até ficamos cansados de pensar nesta azáfama!...

   Viveu os seus primeiros anos com a sua avó Berta Emília, que lhe transmitiu o “vício” bom de ler e de escrever. Aliás, como ele próprio costuma dizer, “a poesia é a língua que melhor me permite falar de mim a mim e aos outros”. É por isso que, ainda hoje, continua apaixonado por poesia e por histórias: acha que é a ler e a escrever que melhor partilhamos com os outros as nossas dores, os nossos sonhos e as nossas alegrias.

   Foi com uma letra sua que conseguimos a melhor classificação de sempre de uma canção portuguesa no Festival da Eurovisão.

 

   Adora viajar e gosta particularmente de Amesterdão, que é a capital da Holanda.

   É um apaixonado pelos seus três filhos: o João, a Matilde e a Sara. Diz mesmo que é por causa deles que ainda guarda a criança que vive dentro do seu peito.

   Deve ser interessante saber mais sobre este homem que se esconde por trás de tão grande bigode… procura-o nos seus livros… temos vários na biblioteca…!

 

fanha_large.jpg

 

Aqui ficam apenas algumas obras suas:

 

LITERATURA INFANTO-JUVENIL

A noite em que a noite não chegou

Cantigas e cantigos

Cantigas e cantigos para formigas e formigos

Alex ponto com

Diário inventado de um menino já crescido

A porta

Alex Ponto Com 2 - Joe Silicone vai à escola

Alex ponto com 3 - Mary Lob, a lagosta assassina

O dia em que o mar desapareceu

O dia em que a mata ardeu

O dia em que a barriga rebentou

Os sapatos do Pai Natal

Zulaida e o Poeta

Histórias para contar em noites de luar

O meu amigo Zeca Tum-Tum

A namorada japonesa do meu avô

As orelhas voadoras

Era uma vez a República

Era uma vez o 25 de abril

publicado por crebiblucena às 11:09
17
Jan 15

 

Já viste como ficou o placar deste mês...?

Passa pela Biblioteca e poderás saber mais sobre Álvaro Magalhães e conhecer algumas das suas obras que se encontram em destaque.

P1300116.JPG

 

publicado por crebiblucena às 15:13
07
Jan 15

f6660421FNlxjnnAB_l.jpg

images.jpg

 

 

Álvaro Magalhães apresenta-se…

 

 

Nasci no Porto, em 1951. Agora, se querem saber a minha idade... façam as contas (que é para isso que serve a vossa cabecinha, usando a matemática!!! )

Continuo a viver nesta cidade porque gosto muito dela. Acho-a especial.

Quando era pequeno gostava de jogar à bola na minha rua, mas, quando o  meu “setôr” de português me disse que eu tinha muito jeito para escrever, decidi explorar essa minha capacidade. Vejam lá que até venci o prémio para “melhor aluno” a esta disciplina, nesse ano.

Em 1980, comecei por escrever poesia, que é o género literário que mais me fascina. No entanto, também me aventurei, quer no texto narrativo (contos e ficção), quer no dramático. Depois te tantas e tantas palavras, cheguei aos cerca de 80 títulos. Adoro ser criativo e escrever sobre temas originais. Até já escrevi um conto chamado “Maldita matemática!”! Pois é… Eu e esta senhora nunca nos demos lá muito bem… Quando era pequeno, o mundo, por vezes, parecia um monstruoso problema de matemática e eu fui-me convencendo de que só as palavras me podiam salvar de tanta complicação inútil. Hoje, reconheço que é uma ciência útil e muito importante para todas as atividades do dia-a-dia (a matemática está presente em quase tudo o que fazemos).

Ando um bocadinho vaidoso porque já recebi muitos prémios - de entre os quais me agradaram especialmente o da Associação Portuguesa de Escritores, o do Ministério da Cultura e o da Fundação Calouste Gulbenkian - e também porque muitos dos meus livros já foram traduzidos em várias línguas e se encontram à venda em países como Espanha, França, Brasil e Coreia do Sul. Escrevo sobretudo para vocês, os mais jovens, mas também escrevo coisas para gente grande. Todos os dias escrevo e todos os dias tenho novas ideias para novas histórias. Só tenho medo de não ter tempo para as poder contar todas.

Convido-vos, então, a conhecerem os meus livros e, por isso mesmo, deixo aqui uma lista com alguns.

 

  • "Seis fantasmas e meio", Alfragide – Portugal, Edições Asa,2012
  • " O menino chamado Menino”, Porto, Edições Asa, 1983;
  • " O Reino Perdido”, Porto, Edições Asa, 1986;
  • " Os três presentes”, Porto, Edições Asa, 1987;
  • " Maldita matemática!”, Porto, Edições Asa, 2000;
  • " O limpa-palavras e outros poemas”, Porto, Edições Asa, 2000;
  • " O circo das palavras voadoras”, Lisboa, Horizonte,1982;
  • " A flauta Ternura”, Lisboa, Horizonte, 1983;
  • " Histórias pequenas de bichos pequenos”, Porto, Edições Asa, 1985;
  • " O homem que não queria sonhar e outras histórias”, Porto, Edições Asa;
  • " Isto é que foi ser!” Porto, Afrontamento, 1984;
  • " Hipopóptimos – Uma história de amor”, Porto, Edições Asa, 2001;
  • " O jardim de onde nunca se regressa”, Porto, Edições Litoral, 1987;
  • " A Ilha do Chifre de Ouro”, Lisboa, D. Quixote, 1998;
  • " Enquanto a cidade dorme”, Porto, Campo das Letras, 2000
  • " O rapaz que voou três vezes”, Porto, Edições Asa, 1989;
  • " A menina curiosa”, Porto, Edições Asa, 1989;
  • " A princesa cobra”, Porto, Edições Asa, 1990;
  • " O rapaz de pedra, Porto, Edições Asa, 1991;
  • " A profecia”,quidnovi, 2009;
  • " Vampiros ou nem por isso.";
  • " O prazer de ler ", Porto, Edições Asa, 1997
  • " O futebol ou a Vida", Porto ,quidnovi, 2010
  • " Todos os rapazes são gatos ",Porto, Edições Asa, 2011
  • Coleção Triângulo Jota
  • " O Amor faz-te mal Valentim! (As crónicas do vampiro Valentim)"
  • " A Rapariga Dos Anúncios"
  • "O Último Grimm"
  • "O senhor do seu nariz”
  • "O Senhor Pina", Porto, Assírio e Alvim, 2013
  • "O Rapaz dos sapatos prateados", ASA,2013
  • "O Estranhão", Porto editora, 2014
publicado por crebiblucena às 10:11
Catálogo digital
17551852_BaSi6
Portal das Escolas
biblucena
Histórias em Português
histc3b3rias-em-portuguc3aas1
Cata Livros
17547858_vzdcrcl
Hypatiamat
Hyp2
Agrupamento de Escolas Professor Armando de Lucena
logomin
Visitantes...

Licença Creative Commons
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30